Sábado, 21 de maio de 2022
44 99931-1775
Entretenimento

09/08/2021 às 13h16 - atualizada em 06/10/2021 às 17h15

719

Redacao

Teresina / PI

Cinema no campo: drive-in leva informação e entretenimento para produtores rurais no Paraná
Cinema no campo: drive-in leva informação e entretenimento para produtores rurais no Paraná
Cinema no campo: drive-in leva informação e entretenimento para produtores rurais no Paraná
Em cartaz estavam as novas tecnologias para as lavouras de soja e de milho — Foto: Reprodução/RPC

Em cartaz, foram colocadas as novas tecnologias para as lavouras de soja e de milho. Afinal, daqui a dois meses começa o novo plantio de soja e, junto com isso, o desafio de aumentar a produtividade


Associados de uma cooperativa do norte do Paraná montaram um "cinema" no meio da lavoura para apresentar novidades sobre o campo. Dessa forma, os agricultores assistem aos materiais sem sair do carro.


"Eu vim para o drive-in. É a primeira vez. Nós estamos na expectativa de ver alguma coisa diferente aí", conta o produtor Daniel Piller.



Na estreia, foram quase 100 veículos estacionados em um entreposto da cooperativa de Maringá.




"Em função da Covid, estávamos há mais de um ano e meio praticamente sem fazer nossos eventos, levando nossas tecnologias para os nossos cooperados. A gente teve a ideia de fazer essa noite de campo de uma forma que tenhamos toda segurança possível. Estão todos dentro dos carros, participando por um sinal de rádio, sem ninguém descer para não ter aglomeração", diz o gerente da Cocamar Maringá, Jardim Nochi.



Em cartaz, foram colocadas as novas tecnologias para as lavouras de soja e de milho. Afinal, daqui a dois meses começa o novo plantio de soja e, junto com isso, o desafio de aumentar a produtividade.




"A todo momento está sendo mudado, novas moléculas, novos híbridos, novas variedades. O produtor que não buscar essas novas tecnologias, vai ficar para trás. Hoje, para se ter uma ideia, a média de produtividade da nossa região é 53 sacas por hectare de soja e 74 de milho. Enquanto a gente vê produtores aí com até 100, 120 sacas por hectare de soja e 200 de milho. Então, assim, perto do potencial que a cultura tem, nós estamos deixando de produzir muito. E uma desses gargalos é o investimento em tecnologia", explica Marcos Paulo de Oliveira, agrônomo da Cocamar.


Para isso, é preciso estar atualizado, trocar informações. O que antes da pandemia, o povo da roça fazia nos tradicionais dias de campo, agora ganhou esse jeito diferente de reunir os agricultores para interagir e tirar alguma duvida sobre o tema apresentado.



O evento além de ser gratuito também ofereceu aos participantes pipoca, água e suco.


"Já faz quase dois anos que nós não podemos mais ter as palestras, os dias de campo por causa da pandemia, então isso é muito importante, né. Tem informação com proteção", conta o produtor Volnei Marcon de Souza.


 





FONTE: G1

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
Mais lidas
© Copyright 2022 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium